A poluição do ar afeta 9 em cada 10 pessoas, segundo relatório da ONU

 

Este é um problema muito grave que contribui para o desenvolvimento de inúmeros problemas respiratórios. Um efeito cascata que não poupa ninguém. Estima-se que a poluição do ar cause cerca de 7 milhões de mortes prematuras por ano! 

O planeta se desenvolveu de maneira extremamente rápida. Derrubamos florestas inteiras, emitimos toneladas de poluentes todos os dias na atmosfera e muito pouco foi feito para minimizar os impactos que essas ações possuem na vida de todos os seres vivos, incluindo os mais de 7,8 bilhões de seres humanos.

O resultado é o aparecimento de diversas doenças que não existiam anteriormente, incluindo um grande grupo de doenças respiratórias crônicas causadas pela exposição em excesso a esses componentes tóxicos. Os poluentes mais comuns encontrados em países desenvolvidos são o Ozônio, as partículas sólidas ou líquidas suspensas e o dióxido de nitrogênio.

A situação se torna ainda mais preocupante ao nos darmos conta de que o mesmo ar que respiramos na rua, repleto de poluentes, combustíveis queimados e partículas tóxicas, fica alojado em nossa casa. Não tem como evitar. E quando menos se espera, você ou um parente são diagnosticados com uma doença respiratória crônica.

 

Dentre as principais causadas pela poluição do ar, podemos citar: 

Doença pulmonar obstrutiva crônica: essa doença causa a obstrução dos alvéolos pulmonares e dificulta a respiração do paciente. Os sintomas incluem tosse seca ou com catarro, dificuldade para respirar e falta de ar. Ela produz lesões crônicas no pulmão e pode apenas ser controlada através de medicamentos específicos. 

Asma: As vias do pulmão incham e se estreitam, causando dificuldade para respirar, falta de ar, aperto no peito e tosse. 

Rinite: Outro problema crônico comumente causado pela poluição do ar, tem como principais sintomas os espirros, irritação da garganta e olhos, além da coriza. 

Câncer de pulmão: O acúmulo de partículas de poluição no pulmão pode acarretar no surgimento desse câncer. O paciente pode ter tosse, catarro, tosse com sangue, falta de ar, respiração sibilante, infecções respiratórias constantes, perda de apetite, fadiga e sentir dores nas costelas ou pulmão. 

Pneumonia: Infecção que inflama os alvéolos pulmonares e que podem ficar cheios de líquidos. Dentre os sintomas estão a febre alta, a dor no peito, a fraqueza e a tosse seca. Quando não tratada, a pneumonia pode se tornar fatal.  Além do cuidado que precisamos ter com o meio ambiente, existem ações imediatas que podem melhorar a qualidade do ar que você respira, prevenir o surgimento de doenças crônicas e diminuir os sintomas das doenças respiratórias já existentes. 

 

Higienize minuciosamente: A vassoura e o pano são incapazes de remover a maioria da sujeira. Acabam por arrastar a poeira e os ácaros, executando uma limpeza superficial. Garanta um ambiente 100% higienizado do teto ao chão e sem perder o dia inteiro com a limpeza usando VIVENSO. Graças à sua tecnologia de alto padrão e acessórios exclusivos, sua casa estará livre de 99,99% de todos os germes, bactérias, ácaros, poeiras, vírus e fungos. 

Mantenha o ar da sua casa puro: Elimine os poluentes presentes no ar, assim como qualquer partícula danosa à sua saúde que possa se encontrar nele com o purificador de ar AIRVENUE. Basta fechar as portas desse ambiente, encher o filtro com água conforme as instruções e ligar. 

 

Esta dupla imbatível fará com que você conheça o real significado de limpeza. Sua casa ficará impecável, segura e muito menos propícia ao desenvolvimento de doenças respiratórias crônicas. 

Fale hoje mesmo com um de nossos consultores e peça uma demonstração gratuita!

× Como posso te ajudar?